quinta-feira, 13 de novembro de 2014

PROJETO: MEU PAI NA MINHA ESCOLA



PROJETO:

             Carga horária:  20hs

Quem se torna responsável em aplicar o Projeto: Pedagogo e Professores de Educação Infantil

Temática:  MEU PAI NA MINHA ESCOLA

 Conteúdo:
será abordado pelo Projeto, de acordo com sugestão do pedagogo da instituição.
 
Justificativa:
O Projeto Meu Pai na Minha Escola, parte da premissa de que a ausência de uma figura paterna efetiva que o(a) filho(a) goste, admire, que possa educar, compreender e orientar, é muito prejudicial à vida do indivíduo. A presença do pai numa relação comprometida e saudável com o filho é fundamental para a saúde mental de uma criança e/ou adolescente e um protetor efetivo contra o abuso de drogas e a delinqüência.
A legislação prevê a garantia da presença do pai no registro civil, um dos mais básicos direitos de cidadania, tendo o Estado o dever de fazer valer este direito. Então, porque o pai se ausenta e abre mão desta importante função? Porque não assume todos os direitos e os prazeres da paternidade? Há muitas respostas para estas questões.
Este Projeto propõe não somente identificar um pai no registro de nascimento, mas reconhecer um pai que participe, que compartilhe, que cumpra seu papel na vida do filho. (Link – Vídeo Dr. Sérgio de Paula Ramos)

 Objetivo Geral:

♦ Cabe à escola, como espaço de reflexão, mediar às alterações, os novos conceitos e formatos das instituições sociais. Comemorar o Dia dos Pais na escola é reconhecer esse momento para privilegiar atividades que promovam análise crítica e também impliquem valores como amor, carinho, respeito, justiça social, igualdade, fraternidade entre outros.

          Fortalecer o princípio da dignidade da pessoa humana
          Fortalecer os vínculos parentais
          Reduzir a evasão escolar
          Reduzir comportamentos anti-sociais
          Reduzir a delinquência juvenil
          Reduzir o consumo de drogas


Objetivos Específicos:

- Oferecer às crianças uma tarde de puro prazer e diversão com seus pais.

- Potencializar a participação dos pais biológicos ou afetivos na vida dos filhos.

- Sensibilizar a comunidade escolar sobre a importância da presença do pai na escola, interagindo com seus filhos e demais membros da escola.

- Criar espaços de convivência para que pais e filhos se aproximem e desenvolvam um vínculo afetivo e de ajuda.

- Proporcionar a aproximação e a cooperação entre a escola e a família da criança.

- Fundamentação Teórica:
No caso dos meninos, a presença do homem é ainda mais fundamental. "O ser humano precisa de alguém para se espelhar e, no caso dos garotos, a figura masculina mostra que a mãe não é a única referência", explica o psicanalista Paulo Giraldes (SP). O homem contribui para a introdução da criança no mundo das diferenças, nos âmbitos social e sexual, o que favorece a construção de relacionamentos e a confiança nos outros.

 Metodologia: 

- uma gincana

 Cronograma de Atividades:

Caracterização das Equipes – pais e crianças devem ser separados em grupos por cores. Todos podem receber uma faixa de cabeça da cor de sua equipe.

Tarefa 1 – - Criar e apresentar o "grito de guerra" da equipe – o melhor ganhará 10 pontos.

Tarefa 2 – A equipe que conseguir arrecadar a maior quantidade de alimentos não perecíveis ganhará 50 pontos.

OBS: Todos os alimentos devem ser doados a uma instituição de caridade.

Tarefa 3 – O pai que apresentar um número musical ou teatral (cantando, dançando ou dramatizando) ganhará 10 pontos.

Tarefa 4 – A equipe que fizer o maior número de pontos, numa cesta de basquete, no decorrer de 1 minuto, ganhará 10 pontos.

Tarefa 5 – Corrida de Vassouras:

Material Necessário: 1 cone ( para marcar o retorno ) e algumas vassouras, de preferência de palha de arroz.

Cada equipe recebe 1 vassoura.

Um dos alunos deverá sentar-se sobre a vassoura e segurar no cabo.

O seu pai o puxará até dar a volta no cone e chegar à linha de partida

(que também será a linha de chegada).

Dê a largada para que inicie a corrida. Se algum, participante cair da vassoura, terá que voltar de onde caiu e seguir novamente.

A dupla que chegar primeiro vence ganhando 10 pontos.

Tarefa 7 –  Corrida do saco. Pai fica de um lado e filho do outro. O pai chega pulando e o filho volta pulando no saco também. Quem chegar primeiro ganha.

  AVALIAÇÃO

Conforme as oportunidades exploradas durante o desenvolvimento do projeto, inúmeros são os conceitos formados e objetivos atingidos. A avaliação será contínua pelo professor conforme o interesse da criança e seu desenvolvimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de receber seu comentário.